quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Projeto Residencial Apto. Duplex


video

Neste projeto transformei um sonho e uma ideia em algo concreto, realizando o sonho e refletindo a alma do cliente nos ambientes conforme seus gostos e suas necessidade.

Na sala, cores mais calorosas são para a sensação de aconchego e para estimulo da comunicação.
Os espelhos tem função de ampliar o ambiente.
Na cozinha, o clássico preto e branco, que define limpeza e sofisticação, branco amplitude e claridade. Já a parede de pedra é um revestimento que passa a sensação de arte e poder. A cortina do pé direito duplo é pura simplicidade, mas é elegante e suave.
No dormitório, cores em tons pastéis para relaxar, como o verde sutil no papel de parede.
No lavabo, introduzi sustentabilidade na base da cuba com madeira de demolição, afinal a madeira de demolição é um meio de colaborar com meio ambiente, e também está em alta no mundo da decoração. 

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Quadros Vivos - Verde na cidade de concreto

O quadro ou painel vivo é um jardim vertical. Uma excelente solução para áreas externas e internas onde o verde se faz necessário principalmente em cidades grandes que há pouco verde. O jardim vertical ocupa menos espaço, ideais para apartamentos. Você pode fazer o seu jardim ou pode compra quadros que vem com sistema de rega automática. Veja fotos de como fazer seu jardim vertical:










O quadro vivo pode ser instalado em qual quer parede que receba boa luminosidade e dispensa pontos de água e de energia elétrica. Tem sistema de rega automático embutido na própria moldura composto de um reservatório, que permite a circulação da água distribuindo uniformimente entre as plantas e recolher o excesso para utilizar novamente, sem ocasionar vazamentos nem umidade. O microcomputador se encarrega de gerenciar toda a necessidade das plantas.


Vantagens do quadro vivo:

- Reduz a poluição sonora
- Reduz a poluição visual, soluções para evitar pichação.
- Reduz a poluição do ar
- Economiza água (sistema reutiliza água da própria rega)
- Reduz a temperatura do ambiente
- Baixo impacto ambiental
- Fácil manutenção

Hotel Département, Hauts-de-Seine, França, Patrick Blanc
Eco-Art
Uma forma de aproveitar superfícies interiores e exteriores verticais em autênticos jardins orgânicos, é o que o botânico um pioneiro nesta área nos propõe.
Estes jardins verticais ou paredes vegetais, para além de serem muito estéticos, permitem reduzir a temperatura interior dos edifícios nas épocas mais quentes, contribuem para melhorar a poluição visual e atmosférica dos centros urbanos como também eliminam a necessidade de repintar os edifícios arquitectónicos. Patrick Blanc não se limita a preencher estes espaços cinzentos em autênticas jóias verdes, pois faz um estudo ciêntifico sobre quais as plantas que se adaptam melhor a condições extremas utilizando-as de forma mais eficaz.
Para saberes mais sobre Jardins Verticais vai a este site TheGrowSpot



Um grande "jardim" vertical com o rosto da Marilyn Monroe foi realizado pelo estúdio Seksan Design, baseado em Kuala Lumpur, Malásia, para o "Singapore Garden Festival".  Se a Pop Art de Andy Warhol nasceu nos anos 60 como crítica ao consumismo, essa "Pop Green Art" é uma perfeita adaptação para os dias de hoje, onde o consumo necessita, cada vez mais, ter uma elevada consciência green.












































fontes:





onde encontrar empresa que trabalha com quadros e painéis vivos:


Salão de Beleza do Cristiano Cora projetado pelo arq. Avi Oster




Em fevereiro de 2008 , foi inagurado o salão de beleza de Cristiano Cora na 13th street, New York. O arquiteto Avi Oster, que projetou o salão, inovou com um design orgânico e modernista que traz elementos simples e intrigantes sem perder a funcionalidade para as atividades deste lugar.

O design sinuoso mostra referência as mulheres. Já utilização do branco mostra a limpeza com um estilo minimalista bem aplicado. A intenção do cliente e do arquiteto foi o apelo à mulher e o conceito de acolher usando inspiração em conchas e cavernas eliminando distrações e informações excessivas.

O arquiteto utiliza o Newmat Light Ceiling , tecnologia desenvolvida na França e feita de látex, que proporciona um teto de iluminação uniforme, que cria uma espécie de pele e pode ser usado para cobrir grandes áreas. O projeto ainda apresenta mobiliário assinado pela Maletti Group e Ross Lovegrove.








 





fonte:
 
site do salão: